#(pre)conceito

Olhos pesados sobre os meus ombros estão,

são julgamentos precipitados

tentando lançar a imagem do eu 

que não existe em mim.

Por isso, peço:

Largue o “pre”  e use o conceito 

do que sou.

Imploro:

leve a guerra e traga a paz,

largando os rótulos que a batalha trás consigo.

Como um nó de um de marinheiro

são os pensamentos de mim 

tumultuando meus pensamentos.

 

Anúncios

#SaudadeDeMim

Ah que saudade,

ah que saudade de mim mesmo,

sinto falta de comigo conversar,

partilhar dos meus sonhos com

quem vai acreditar ou enterra-lós.

Quero sentar na calçada

e de mim  mesmo falar para mim,

me levar para tomar uma café e nos mesmos gostos

me deliciar.

Oh que tristeza,

grande tristeza,

é no despertar  levantar e encaixar

a hipocrisia em mim,

sair sorrindo enquanto em mim

só há rumores de uma revolução.

Na infância já foi assim,

se a tendência é piorar,

só anseio que a velhice logo venha

ao ócio criativo me convidar.